“Foi a primeira operação realizada este ano, tendo como alvo estabelecimentos denunciados por abuso do uso de som.”

Oito 08 estabelecimentos foram denunciados pela prática de poluição sonora e outras irregularidades, receberam fiscalização durante a noite de sábado (23) e madrugada de domingo (24) em mais uma operação noturna realizada pelo Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. A ação preventiva educacional foi coordenada pelo Secretário da pasta Sininger Oliveira Vidal e pelo agente de fiscalização ambiental Cleyton Viana. 
O trabalho contou com a participação da equipe de fiscais da SEMMAS. Essa foi a primeira operação realizada este ano, tendo como alvo estabelecimentos denunciados por abuso do uso de som, descumprimento de condicionantes do licenciamento ambiental, entre outras irregularidades no Distrito Industrial do Piquiá, Vila Ildemar, Jacu, Praça da Bíblia e centro da cidade. De acordo com o secretário Sininger Vidal, o trabalho vem surtindo efeito e vai ocorrer de forma rotineira, em dia e horário não divulgado para que a equipe tenha maior êxito durante a ação. “Todas as demandas recebidas são agrupadas e encaixadas na programação de operação da SEMMAS. 
Neste final de semana, foi feita a incursão em todos os estabelecimentos que foram emitidas a autorização ambiental para o funcionamento e utilização de propagação sonora através de seus equipamentos sonoros”, ressalta Vidal. Segundo o secretário, durante a abordagem a equipe pode constatar “in loco” que bares, boates e similares, ou quaisquer utilizadores destas autorizações, não estavam obedecendo o que determina a LICENÇA em suas condicionantes, no que diz respeito a emissão de pressão sonora através dos equipamentos e estrutura de som, desrespeitando o limite estabelecido na licença de 55 decibéis, sendo que em um ou outro estabelecimento foi aferido através do decibelímetro 99,8 DbA, contrariando a Licença, o que faz com que a SEMMAS tome as devidas providências daqui por diante, fiscalizando com maior rigor os estabelecimentos abordados durante a operação.

Por: Antônio Maria -ASCOM



by 06:46 0 comentários