A Justiça decretou a prisão preventiva do casal Valdeir Fernandes Ferreira e Luana Cavalcante Alves, que são acusados pela polícia de abusar sexualmente e uma criança de 5 anos em rituais de magia negra. A criança também era obrigada a ingerir bebida alcoólica.
Segundo a polícia, os abusos teriam acontecido na cidade de Barra do Corda. A criança é filha de Luana, que nega as acusações. O casal já estavam preso na Unidade Prisional de Barra do Corda, mas, com a decisão judicial, ambos poderão ficar mais tempo detidos até que a Justiça julgue o caso.

De acordo com o delegado de Barra do Corda, Renilton Ferreira, a polícia chegou até o casal após denúncias da população. No depoimento, Valdeir confessou que estuprava a criança na companhia de Luana.

"Segundo o interrogatório do Valdeir, ele informou que teriam acontecido seis vezes e que um sétimo ritual estava marcado para o dia 15 do mês que vem", conta o delegado.
A polícia informou ainda que, nesses rituais, o sangue dos suspeitos e da criança era retirado e, depois, ingerido e introduzido nas partes íntimas dos três. Em seguida, Valdir e Luana faziam sexo em frente à criança.

G1/MA

by 17:55 0 comentários