O deputado estadual Vinicius Louro (PL) subiu à tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (19), onde, novamente, fez duras críticas ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Conforme o parlamentar, as BRs-135, 316 e demais estradas federais continuam inapropriadas por conta dos muitos buracos que atrapalham a trafegabilidade. 

Durante seu pronunciamento, o deputado citou as operações executadas pelo DNIT no trecho entre as cidades de Alto Alegre à São Mateus, constatadas pelo próprio parlamentar durante recente viagem. “Quando me deparei com a cena, fiquei tentando entender e encontrar justificativas para avaliar aquele tipo de serviço. Um aparato muito grande de caçambas, escavadeira, carregadeira, a pista interditada com vários funcionários, cones, mas, no final das contas, o material que eles estavam colocando na buraqueira era resto de asfalto que foi triturado de outras rodovias, e piçarras para tapar os buracos daquele trecho”, criticou.
Vinicius Louro novamente ressaltou a importância da presença do diretor regional do DNIT, Gerardo de Freitas Fernandes, para esclarecimentos sobre os problemas das Rodovias Federais do Maranhão. “Nós temos que chamar o DNIT para cá, eu quero entender por que o diretor está evitando vir até esta Casa. Em outros tempos, junto com os deputados federais lutamos e conseguimos recursos e por emenda de bancada colocaram um aditivo para a duplicação da BR-135; e isso está me chamando muita atenção, porque fazer um serviço asqueroso, enganando a consciência do povo? Isso não existe”, protestou. 

Aparte

Durante o discurso do deputado Vinicius Louro, o deputado Zito Rolim (PDT) pediu direito a um aparte. Em sua fala, o parlamentar afirmou que o DNIT está subestimando a população maranhense e deixando de cumprir o seu papel. “Eles não estão cumprindo o que faz uma empresa séria, tratar o povo com dignidade. Nós repudiamos a forma que eles estão agindo com os maranhenses; que possamos tomar providências, até porque não é de hoje que se cobra compromisso do DNIT e eles estão fazendo vista grossa”, disse Zito Rolim. 

Por fim, o deputado Vinicius Louro afirmou que uma viagem de São Luís até a cidade de Pedreiras totaliza cerca de seis horas; antes, o mesmo trajeto com a estrada sem buracos, durava cerca de duas horas e meia. “Vou entrar com uma moção de repúdio contra o DNIT e preciso que todos assinem contra o diretor do DNIT, que se recusou a vir até esta Casa, o que mostra sua falta de compromisso e sua ineficiência dentro deste órgão”, concluiu Vinicius Louro.

by 23:05 0 comentários