O servidor público Bernardo Sousa Almeida foi preso, nesta quinta-feira (14), pela Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor) por cobrança de propina no Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-MA).
Segundo informações policiais, Bernardo cobrava quantias a condutores de veículos prometendo facilitar vistorias, suspender multas, dentre outras condutas criminosas.

A prisão do servidor foi em decorrência de um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 7ª Vara Criminal da Capital e ele será indiciado por corrupção passiva, por falsificação de documentos públicos e pela prática de advocacia administrativa.

O Imparcial

by 09:50 0 comentários