A perseguição aos gestores foi denunciada pelo deputado Hildo Rocha, em pronunciamento na tribuna da Câmara Federal

O deputado federal Hildo Rocha repercutiu em Brasília uma atitude do governador do Maranhão que, de acordo com o parlamentar, é mais um bom exemplo de como o governador comunista trata os prefeitos que não rezam na sua cartilha.

“A Ambev, a maior cervejaria do Brasil, doou para o Governo do Estado dez ambulâncias que deveriam ser entregues aos municípios produtores de mandioca, tubérculo que serve de matéria prima para a produção de cerveja no Maranhão. Mas, Flávio Dino fez de tudo para Magalhães de Almeida, município que contribui com a maior produção e a melhor produtividade, de mandioca, no Estado não recebesse uma das ambulâncias”, destacou Hildo Rocha. 
Ainda de acordo com o parlamentar, São Bernardo, outro município que é grande produtor de mandioca também foi impedido de receber uma das ambulâncias doadas pela Ambev. “O que esses dois municípios tem em comum, além de serem grandes produtores de mandioca? São governados por prefeitos que não votaram no governador Flávio Dino. Portanto, o Governo do Estado excluiu os dois de receberem as ambulâncias doadas pela Ambev”, afirmou o deputado.

A atitude exemplar do deputado Hildo Rocha

Rocha foi além do discurso e mostrou para o governador como é que devem agir os homens públicos responsáveis. “Eu consegui recursos, de emenda parlamentar impositiva de minha autoria, para a compra de duas ambulâncias melhores do que as que o governador não permitiu que fossem doadas. Magalhães de Almeida, município que é governado pelo prefeito Tadeu Sousa, já recebeu a ambulância 4x4, com tração nas quatro rodas, a diesel, de primeira qualidade. A de São Bernardo será entregue ao prefeito João Igor ainda esta semana. É assim que se faz, governador”, enfatizou o parlamentar.
O deputado destacou ainda que as emendas impositivas também servem para evitar que populações inteiras sejam prejudicadas por atos de perseguição como os que são praticados pelo governador comunista do Maranhão. O parlamentar lembrou ainda que o governo do Estado do Maranhão deve mais de cinco milhões de reais para o município de Magalhães de Almeida só no âmbito da saúde.

Da Assessoria 

by 10:15 1 comentários